Aumente o seu conhecimento no Mundo Florestal

Junte-se à milhares de especialistas e conhecedores nas áreas de Floresta e Meio Ambiente.

Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Indústria de madeira sólida

A indústria de madeira sólida (que produz painel de compensado, madeira serrada, pisos, portas e molduras) gerou 0,9% do total de empregos formais do Brasil em 2015. Além disso, ela é a responsável por 57% (369 mil) dos empregos da cadeia florestal brasileira, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente (Abimci), os números mostram a importância do setor madeireiro na economia brasileira.

Ratificando esses dados, nos primeiros meses de 2015, enquanto no Brasil o saldo de empregos disponíveis era de menos um milhão de vagas, mil novas vagas foram oferecidas pela indústria da madeira. Este resultado foi divulgado no novo Estudo Setorial da Abimci. Neste ano de 2016, o setor está - por muitos meses - um pouco acima do total nacional em saldo de geração de empregos.

Fatores como a flutuação cambial, a inflação elevada, as altas taxas de juros, o aumento nos custos de produção e transação, a inadimplência e redução de investimentos, principalmente, na construção civil, não abalaram o setor, que provavelmente chegará ao fim de 2016 com uma variação muito pequena no número de empregados.

"Os impactos causados pela conjuntura de 2015 e 2016 reduziram o otimismo do empresário e, com isso, as indústrias diminuíram o contingente de funcionários para tentar melhorar os custos de produção. Apesar disso, as empresas que estavam voltadas à exportação contribuíram para equilibrar esses números", explica o presidente da Abimci, José Carlos Januário.

Em 2017, as empresas esperam que a série de medidas tomadas pelo governo federal para retomar a economia sejam eficazes e melhorem a confiança do empresário, gerando investimentos. O presidente da Abimci expressou isso claramente dizendo que "o setor produtivo está atento às decisões políticas e econômicas do país. Para avançarmos e voltarmos a empregar um número maior de trabalhadores será preciso uma nova postura dos governos com ações que estimulem a competitividade da indústria nacional".

 

O setor a construção vem crescendo em grande escala nos últimos anos, com isso as indústrias de madeiras agregam varias oportunidades. Clique e confira.

Fonte: Painel Florestal

Economia e Planejamento

Madeiras Nobres

Notícias

Produção, Manejo e Colheita

Uso da Madeira

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)
Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Conecte-se ao mundo Florestal gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Escola do Cavalo
© 2019 Tecnologia e Floresta. Todos os Direitos Reservados.